NOTÍCIAS

Mercado dos citros segue desaquecido na semana de 10 a 14 de junho

Produtores de tahiti reduzem ritmo de atividades para evitar desvalorização da variedade. – Foto: Bento Viana/CNA

O mercado de cítricos continua desaquecido, segundo pesquisas do Cepea. Contudo, o volume disponível de laranjas no estágio demandado pelo mercado in natura paulista está se reduzindo, mesmo que lentamente, devido à intensificação do recebimento destas frutas pelas processadoras.

Assim, a média parcial da semana (de segunda, 10 de junho, a quinta-feira, 14 de junho) da laranja pera é de R$ 17,69/caixa de 40,8 kg, na árvore, recuo de 1% em relação ao período anterior. Já no caso da lima ácida tahiti, apesar do elevado volume disponível para colheita, o clima ameno permite maior tempo de permanência da fruta nas árvores. Assim, produtores consultados pelo Cepea têm reduzido o ritmo das atividades, a fim de evitar a desvalorização significativa da variedade. Na parcial do período, a tahiti tem média de R$ 13,52/cx de 27 kg, colhida, leve recuo de 1% em relação à semana passada. Com relação às exportações, os envios de limões e limas ao exterior foram bastante positivos em maio, superando, pela primeira vez no ano, os embarques de 2018. Inclusive, o total exportado no mês (em receita e em volume) é recorde de toda a série da Secex, iniciada em 1997. 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura