NOTÍCIAS

Morre o entomologista Elio Corseuil

A Sociedade Entomológica do Brasil comunica o falecimento do entomologista Elio Corseuil. Elio nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 20 de julho de 1930, e foi fundamental para o desenvolvimento da entomologia nacional, além de figurar nas chefias administrativas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Graduou-se em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (1949-1952). Obteve os títulos de Livre Docente em Entomologia e Parasitologia Agrícolas e Doutor em Ciências pela UFRGS em 1977. Teve uma longa carreira na área da Entomologia, atuando por 54 anos, de 1953 a 2007. Foi professor do Departamento de Fitossanidade da  Faculdade de Agronomia da UFRGS por 41 anos (1956-1997) e do Departamento de Biologia do Instituto de Biociências da PUCRS por 49 anos (1958-2007). "As características do Prof. Elio, para seus orientandos, constam especialmente de entusiasmo com relação a novidades, a busca incansável por acompanhar o progresso da tecnologia digital, o rigor científico com experimentos, a busca da perfeição no referenciamento bibliográfico e na nomenclatura entomológica. A grande dedicação nas orientações de diversos alunos de Graduação e de Pós-Graduação, aliada a grande diversidade saberes e grupos entomológicos determinou a formação de recursos humanos que hoje atuam em diferentes áreas da Entomologia, nas diversas regiões do Brasil", afirmam os colegas da Sociedade Entomológica em nota oficial.

O professor orientou diversos biólogos e agrônomos, integrando as áreas de Biologia e Agronomia com destaque. "A sua vida científica caracterizou-se tanto pela diversificação de grupos de insetos que atuou quanto pela produtividade. Nesse sentido, suas contribuições para o desenvolvimento da Entomologia no Brasil foram de enorme relevância, tendo merecido o reconhecimento e respeito nacional e internacional", observam os pesquisadores Flávio Roberto Mello Garcia, Alexandre Specht e José Augusto Teston. Autor de 160 artigos científicos, 13 capítulos de livro e cinco livros. Mesmo após sua aposentadoria, publicou ainda 11 artigos na área da Entomologia. Aliado a todas as atividades de pesquisa, atuou como curador das coleções entomológicas do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS.

Exerceu a chefia da Seção de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura (1959 a 1961); Comissão de Extensão da UFRGS, representante da Faculdade de Agronomia (1971 a 1978); Comissão Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Biociências da PUCRS (1977-85 e 1990-94); Comissão Editorial do periódico Biociências da PUCRS, e coordenador do Departamento de Biologia  da PUCRS (1991 e 1992).

Foi membro da Sociedade Brasileira de Entomologia, Sociedade Entomológica do Brasil e membro fundador da Sociedade Brasileira de Zoologia. Foi homenageado no XX Congresso Brasileiro de Entomologia, em setembro de 2004, por sua contribuição à entomologia brasileira. Recebeu também a medalha Irmão Afonso e o troféu Obirici. Elio Corseuil deixa um filho e uma filha, duas netas e um neto, um bisneto e uma bisneta.


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura