NOTÍCIAS

MS, MT E RS podem registrar perdas na safra de soja

A falta de chuva em Dezembro nos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul durante a fase final de enchimento do grão prejudicou o desenvolvimento da soja. Os produtores que plantaram precocemente sofreram com o estresse hídrico e não terão como recuperar os grãos que não se desenvolveram corretamente. Algumas áreas apresentam grãos miúdos dentro das lavouras, informa a engenheira agrônoma Tatiane Cravo.

Já, os produtores que realizaram o plantio mais tardio e que estão com a soja no campo ainda em desenvolvimento podem ter uma chance com a chuva prevista para os próximos dias.  

De acordo com a meteorologista Graziella Gonçalves até o dia 08/01 há condições para pancadas de chuva a partir do meio da tarde para as áreas de soja do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. São pancadas isoladas que podem acontecer em um ponto ou outro da fazenda.

Para o Rio Grande do Sul, até o dia 06/01 são esperados pancadas de chuva de forma isolada formada pelo calor e alta umidade, mas, na segunda-feira (07), uma nova frente fria chega ao estado gaúcho e aumenta as condições de chuva forte, pelo menos até o dia 09/01.

No Paraná, onde algumas fazendas realizaram até quatro replantios, o tempo fica mais instável neste sábado com previsão de chuva a qualquer hora. A partir de domingo (06), o sol aparece mais forte e as pancadas acontecem a partir da tarde de forma mais isolada com raios em um ponto outro do estado.

Soja na Alta Mogiana
A situação das lavouras de soja na Alta Mogiana (SP) melhoraram bastante nas últimas duas semanas com o retorno da chuva. As informações são da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), de Orlândia.

Atualmente, as lavouras estão entre as fases de enchimento de vagem (90%) e floração (10%). A CATI estima que a área cultivada de soja tenha ficado em 62,35 mil hectares na região. A expectativa é de que possam ser colhidos 3.300 quilos por hectare.

Mercado da soja está agitado

Os produtores e o mercado da soja estão apreensivos e preocupados. A safra de soja não será recorde como estava sendo previsto anteriormente. Os problemas enfrentados pelos produtores não só em relação ao clima impactaram nas perdas de produtividade da nova safra de soja do Brasil e o resultado final pode ficar abaixo do que foi projetado.

Os trabalhos de colheita já começaram nos campos, principalmente do norte Mato Grosso do Sul, região de Chapadão do Sul. Mas, ainda não há um levantamento em relação à quantidade de perdas. Provavelmente na segunda quinzena de janeiro quando alguns talões forem colhidos poderá ser contabilizada uma estimativa.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura