NOTÍCIAS

Nova função da Syngenta Digital usa inteligência artificial para reconhecimento e contagem das plantas

O Cropwise Protector, principal solução do portfólio da Syngenta Digital, passou a disponibilizar para o mercado uma das funcionalidades mais esperadas pelo agricultor: a contagem de estande por foto. Utilizando a inteligência artificial para deixar o processo de coleta de dados no campo mais simples, a tecnologia realiza automaticamente o reconhecimento e a contagem das plantas a partir da análise de imagens da lavoura. O processo conta com maior precisão nas avaliações, além de dispensar a apuração manual, gerando menos desgaste às equipes de campo.

Os testes para validar a nova ferramenta foram feitos junto a mais de 250 produtores, abrangendo uma área superior a 200 mil hectares, por meio de 20 mil fotos. A função está disponível para a cultura de soja, milho e algodão. O Gerente de Produto da Syngenta Digital, Heli Rabelo, conta que a nova funcionalidade se mostrou eficaz. “A partir dos nossos milhares de testes, comprovamos que a contagem de estande pode substituir com segurança e muito mais agilidade a medição por trena”, explica.

Como funciona?

Com a contagem de estande por foto, o técnico captura a imagem da lavoura com a câmera de celular, e um algoritmo de visão computacional conta o número de plantas automaticamente. “Nós utilizamos a inteligência artificial para identificar quantas plantas existem por metro. Para isso, calibramos o software para que seja capaz de identificar e distinguir as características dos pés de soja, de milho e de algodão. Neste processo, cadastramos muitas imagens no banco de dados, treinando a máquina até que atingisse a eficácia esperada”, explica o Diretor Geral da Syngenta Digital, Gustavo Schaper.

Do ponto de vista do produtor, Cleiton Schardong, responsável pelo Planejamento e Controle de Agricultura Digital da Fazenda Palmares, da SLC Agrícola, acompanhou os testes nos estandes de soja. “A ferramenta é bastante útil. Fazíamos com a trena, só que demora mais tempo. Com as fotos, agiliza bastante o serviço. É uma ferramenta que vem somar bastante”, afirma. Segundo ele, nos talhões onde foram feitos os testes, o procedimento levou cerca de 20 segundos por estande. Na contagem manual, o tempo médio para averiguar a mesma área é de 3 a 5 minutos. “Com a funcionalidade, você para no ponto, tira a foto, e o aplicativo já gera o estande. Depois é só seguir para o outro ponto”, diz.

Segundo Schaper, “a contagem de estande deixa a operação mais rápida e mais inteligente. Economiza tempo, esforço humano e dores de cabeça, pois são menos pessoas agachadas contando plantas na mão. Dessa forma, traz inteligência e agilidade para o processo no campo”.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura