NOTÍCIAS

​Novo nematicida é apresentado pela Adama no 11° Congresso Brasileiro do Algodão (11°CBA)

  • 22/08/2017 |
  • Catarina Guedes

Rafael Milleo

Alinhada com o tema do 11° Congresso Brasileiro do Algodão (11° CBA), Inovação e Rentabilidade, a Adama leva para o evento sua carteira de soluções voltadas ao incremento da produtividade nas lavouras de algodão. Uma delas é um novo nematicida, ainda em fase de registro, cujos atributos serão mostrados no painel apresentado pela empresa no congresso, que acontece entre os dias 29 de agosto e 1° de setembro, no Pavilhão de Exposições do Centro de Convenções de Maceió/AL. O 11° CBA, realizado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), é o maior evento da cotonicultura brasileira e acontece a cada dois anos.

Empresa israelense com atuação no mercado brasileiro há mais de 40 anos, a Adama também participará com um painel que apresentará a nova solução real contra nematoides. Além disso, a Adama possui um amplo portfólio que simplificam a vida dos agricultores, como Azimut, Suprathion, Galil, Voraz e Poquer. De acordo com o coordenador de Desenvolvimento de Mercado da Adama no Brasil, Rafael Milleo, estes produtos auxiliam o agricultor na tarefa de aumentar a produtividade na cultura e, consequentemente, sua rentabilidade. "A Adama trabalha continuamente investindo em novas alternativas que complementem seu portfólio, ouvindo diretamente dos agricultores e agrônomos quais são suas necessidades. A partir do problema deles, nós buscamos a solução", revela Milleo.

Segundo o coordenador, o 11° CBA é uma oportunidade de ouvir o cliente e reforçar o comprometimento da empresa com os agricultores. "Sem falar da participação nos debates científicos, que são enriquecedores. O Congresso é um excelente espaço de discussão e de contato com todos os envolvidos na cadeia do algodão, que têm o objetivo comum de melhorar o desempenho da cultura. Reconhecemos a importância do trabalho da Abrapa nesta iniciativa", afirma.

Para o presidente da Abrapa, Arlindo de Azevedo Moura, o empenho de empresas como a Adama em participar do Congresso Brasileiro do Algodão indica a relevância do evento para a cotonicultura brasileira. "O CBA tem o mérito de reunir as empresas consagradas na pesquisa e no desenvolvimento de produtos para a cotonicultura, como a Adama, e também de estar atento ao novo, ao que surpreende pelo ineditismo e pode contribuir para mudar a forma como produzimos algodão no médio ou longo prazo. Isso o torna fundamental para o Brasil, na qualidade de player importante que é", conclui Arlindo Moura.


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura