NOTÍCIAS

​Nufarm expande portfólio de defensivos biológicos

A Nufarm passa a distribuir com no Brasil o bioinseticida Xentari. O produto, desenvolvido à base de Bacillus thuringiensis aizawai, amplia o portfólio da empresa no mercado de defensivos agrícolas biológicos. A Nufarm enfatiza que pesquisas desenvolvidas nos últimos anos demonstraram que Xentari apresenta alta performance no controle de lagartas do gênero Spodoptera, agindo com eficácia, ainda, sobre diversas lagartas presentes nos cultivos de algodão, milho e soja.

De acordo com o gerente de inseticidas e fungicidas da Nufarm, Murilo Borges, o bioinseticida Nufarm Xentari é reconhecido por consultores e pesquisadores pelo modo de ação diferenciado, na comparação aos produtos químicos tradicionais. Essa característica, acrescenta o executivo, torna o produto uma ferramenta estratégica na prática do manejo de resistência de lagartas.

“Xentari contribui diretamente na proteção das biotecnologias Bt em algodão, milho e soja, sobretudo por conter em sua formulação uma gama de cristais proteicos, esporos e Vip3A, que atuam conjuntamente em 'sítios' de ação diferentes nas lagartas”, observa Borges. Ele ressalta também que o bioinseticida da Nufarm conta com garantia de qualidade chancelada pela companhia americana Valent Biosciences, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias com organismos biológicos.

“Trata-se de um produto ambientalmente seguro, com altíssima qualidade na formulação, ideal para uso em rotação com agroquímicos fisiológicos”, reforça Borges. O executivo salienta ainda que Xentari permite “encaixe perfeito” no Manejo Integrado de Pragas (MIP), pois preserva os insetos inimigos naturais das lagartas.

Dados divulgados recentemente, pela consultoria internacional MarkesandMarkets, apontam que o mercado mundial de produtos agrícolas biológicos deve movimentar cerca de US$ 10 bilhões anuais e crescer à taxa média de 14% até 2020.

O diretor executivo de marketing da Nufarm, Vitor Raposo, assinala que o bioinseticida Xentari fortalecerá a presença da companhia no mercado brasileiro de defensivos biológicos. A companhia, informa Raposo, entrou nesse segmento no ano passado, com o lançamento do inseticida Armigen.

“Nos próximos anos consolidaremos a presença da Nufarm na área de biológicos, que tende a crescer em todo o mundo, em sinergia com a crescente demanda mundial por produtos orgânicos”, afirma Raposo. Segundo o executivo, além de bioinseticidas, o mercado de produtos agrícolas biológicos abrange biofungicidas, biofertilizantes e bioestimulantes, para aplicação em cereais, sementes, oleaginosas, leguminosas, frutas, vegetais e outros itens.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura