NOTÍCIAS

Nutrição do solo e das folhas do algodoeiro resulta em melhor qualidade de pluma

O primeiro desafio é fazer a nutrição adequada com as melhores fontes e que sejam compatíveis operacionalmente com a realidade do agricultor. - Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Rafael Gil Silvano, engenheiro agrônomo pela Esalq / USP, gerente de Desenvolvimento de Mercado da Compass Minerals - Plant Nutrition para o Cerrado, que esteve à frente da primeira edição do Cotton Experts Club, evento online que, no início do mês, reuniu cerca de 200 cotonicultores, pesquisadores, consultores e estudantes de todo País, esclarece, nesta entrevista, porque é importante cuidar da nutrição do solo e das folhas do algodoeiro, buscando uma maior produtividade e plumas de melhor qualidade.

Quais os principais desafios vividos pelo agricultor em relação à nutrição e fisiologia do algodoeiro?

O primeiro desafio é fazer a nutrição adequada com as melhores fontes e que sejam compatíveis operacionalmente com a realidade do agricultor. Além disso, o manejo fisiológico da cultura para enfrentar os entraves climáticos e relacionados ao manejo em si. Por fim, o terceiro desafio é proporcionar nutrição para as plantas de forma assertiva para entrega de uma boa produtividade, aliada à uma boa qualidade.

Por que é importante uma nutrição eficiente via solo e folha para as plantas do algodão?

A nutrição via solo é importante para que o agricultor tenha não somente um ou dois nutrientes bem corrigidos, mas todo um sistema de produção no solo que esteja em equilíbrio químico, físico e biológico. Através desse equilíbrio, o solo pode proporcionar nutrição balanceada para a cultura. No entanto, a suplementação nutricional via folha visa a atender demandas pontuais e específicas durante o ciclo da cultura que porventura o solo não esteja fornecendo de maneira eficiente.

Plantas nutridas de maneira eficiente resultam em plumas de melhor qualidade?

Sem dúvida. Existem vários trabalhos científicos que indicam que o algodoeiro tem uma complexidade muito grande na redistribuição de carboidratos para toda planta e para as maçãs. E por isso a literatura nos mostra também que vários nutrientes posicionados de maneira adequada podem potencializar esta redistribuição de carboidratos, gerando pluma de melhor qualidade. Alguns nutrientes envolvidos nesse processo são Fósforo, Potássio, Magnésio e Boro.

Qual a proposta do Cotton Experts Club? É um evento acadêmico? O que esta primeira edição trouxe de novidades para o setor?

O Cotton Experts Club é uma plataforma exclusiva na qual o integrante do clube consegue receber informações técnicas e exclusivas voltadas à nutrição e fisiologia do algodoeiro. Na plataforma constam videoaulas sobre a cultura, boletins técnicos, artigos técnicos e palestras. O evento realizado ontem e hoje faz parte das ações do clube.

Profissionais da cotonicultura que queiram participar do Cotton Experts Club podem solicitar acesso por meio do link.

 

Cinco dicas para melhorar a nutrição do algodoeiro

O engenheiro agrônomo Rafael Gil Silvano traz abaixo as principais orientações para que o cotonicultor melhore a nutrição do algodoeiro e, assim, produza mais e melhor:

. Utilize fertilizantes oriundos de fontes mais eficientes;

. Use produtos que sejam compatíveis com a realidade operacional da sua fazenda;

. Faça o levantamento de dados, como análise de solo, para fazer uma adubação equilibrada;

. Utilize ferramentas e produtos para o melhor manejo fisiológico da cultura;

. Use tecnologia de aplicação adequada. 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura