NOTÍCIAS

Orizicultor segue focado no semeio do arroz

Com o clima favorável, orizicultores estão focados nas atividades de semeio – que avançam rapidamente no estado – e não têm demostrado interesse em negociar para “fazer caixa”.

A comercialização de arroz em casca está lenta no Rio Grande do Sul. Com o clima favorável, orizicultores estão focados nas atividades de semeio – que avançam rapidamente no estado – e não têm demostrado interesse em negociar para “fazer caixa” – apenas aqueles com compromissos bancários estiveram ativos nos últimos dias. Além disso, segundo colaboradores do Cepea, parte dos agentes tem relatado preferência por utilizar estoques próprios. 

Entre 8 e 15 de outubro, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros, que envolve a média ponderada para o estado, permaneceu praticamente estável (+0.1%), fechando a R$ 46,08/saca de 50 kg nessa terça-feira, 15. Diante de um cenário de baixa liquidez, inclusive do beneficiado, devido à dificuldade de repasse dos custos, o beneficiamento e as vendas de arroz no RS recuaram 4,1% de janeiro a setembro de 2019, no comparativo com o mesmo período do ano passado, somando 5,5 milhões de toneladas, segundo dados do Irga (Instituto Rio Grandense de Arroz). Na parcial do ano-safra (entre março e setembro), as negociações totalizaram 4,3 milhões de toneladas, 6,6% abaixo da quantidade registrada nos mesmos meses do ano passado. 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura