NOTÍCIAS

Pesquisa da Embrapa é apresentada no Catar

A possibilidade de uma nova parceria internacional da pesquisa agropecuária brasileira está sendo negociada.

A partir desta semana, a possibilidade de uma nova parceria internacional da pesquisa agropecuária brasileira está sendo negociada. Entre os dias 24 e 28 de outubro, o presidente da Embrapa, Celso Moretti, participa de uma série de encontros com representantes do governo e de empresas do Emirado do Catar. 

A agenda se concentra na capital do país, Doha, localizada na costa do Golfo Pérsico, e é resultado de um convite oficial do governo estrangeiro. O principal foco das conversas serão os setores lácteos e de frutas tropicais.  

Em função do investimento nas áreas de produção de carne, frango e derivados de leite na Malásia, e da localização ser no cinturão tropical do globo, a expectativa é a de que a Embrapa possa contribuir com apoio tecnológico nas áreas em que tem sido desenvolvidas pesquisas.

Entre as primeiras visitas, o presidente Celso Moretti teve a oportunidade de conhecer as instalações da Muntajat, empresa que opera na área de fertilizantes e exporta ureia para o Brasil, e a Baladna, do setor de lácteos, onde se reuniu com a diretoria executiva e apresentou a trajetória da inovação agropecuária brasileira nas últimas cinco décadas.

A aproximação com os países árabes vem sendo articulada com o governo brasileiro, que, em setembro passado, manteve contatos com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, recebida pelo secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, no Cairo, Egito. Outros encontros  já haviam sido foram realizados, com o objetivo de fortalecer a relação entre as nações.

A agenda do presidente da Embrapa coincide com a ida do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao Oriente Médio, a partir do dia 26 (sábado) até o dia 30, passando por Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita.


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura