NOTÍCIAS

Plantas daninhas desafiam produtores de cana-de-açúcar

As plantas daninhas são responsáveis por prejuízos significativos na cultura da cana-de-açúcar, reduzindo a longevidade do canavial. Algumas medidas devem ser tomadas para combater essas interferências, que vão desde o correto manejo da cultura até o uso de herbicidas adequados para essa situação. Com foco no produtor rural, os defensivos agrícolas desenvolvidos pela Ourofino Agrociência prometem alta performance no campo e agem com precisão nas principais culturas brasileiras, a exemplo da cana, atuando diretamente no controle dessas plantas que prejudicam a produtividade.

A cana-de-açúcar está presente em todo o território brasileiro, representando 9,5 milhões de hectares e movimentando a economia de pequenos produtores rurais e também das indústrias de açúcar e combustível. Por isso, a qualidade na produção é uma pauta que desafia os agricultores de forma geral.

A definição de estratégias inteligentes de manejo de plantas daninhas auxilia o setor sucroenergético a superar os desafios para o aumento da produtividade média. Dentro desse contexto, a Ourofino Agrociência possui um portfólio robusto de herbicidas, com destaque para o PonteiroBR e o FortalezaBR, que atuam no controle dessas interferências.

“Adaptado para a agricultura brasileira, o PonteiroBR tem amplo espectro e residual de controle para tiririca, diferentes espécies de corda-de-viola, gramíneas e folhas largas de difícil manejo. É uma solução que oferece ganho e rendimento operacional mesmo quando associado a outras moléculas”, explica Roberto Toledo, gerente de produtos herbicidas da Ourofino Agrociência.

O PonteiroBR é um produto reimaginado para a agricultura brasileira, destacando-se pela formulação e alta performance em cana-crua, com ampla tolerância às secas, devido à alta solubilidade e aos agentes tensoativos, que atuam como moderadores de lixiviação e fotoprotetores, liberando gradativamente o sulfentrazone no solo. Esse processo resulta em eficácia no controle da tiririca, de diferentes espécies de cordas-de-viola e de gramíneas.

Já o herbicida FortalezaBR é recomendado em pré-emergência para o controle de gramíneas e plantas daninhas de folhas largas, tanto em cana-planta quanto em cana-soca, nas diferentes épocas do ano, independentemente das condições climáticas.

Os produtos desenvolvidos pela Ourofino Agrociência estão alinhados à realidade e às características específicas do Brasil, como luz solar, altas temperaturas, umidade elevada e alta infestação de pragas e doenças.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura