NOTÍCIAS

Plataforma de treinamentos para o agronegócio, FonteAgro sela acordo operacional com Unidade de Referência do IAC

A plataforma FonteAgro oficializa a celebração de um acordo operacional com a Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Agroquímicos. Com a medida, a empresa de treinamentos e o centro de estudos, este coordenado pelo pesquisador Hamilton Ramos, atuarão em conjunto na produção e gestão de cursos de capacitação específicos, para empresas e entidades do agro.

A Unidade de Referência (UR) é fruto de uma parceria entre o setor privado e o Centro de Engenharia e Automação (CEA), do Instituto Agronômico (IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Conforme o pesquisador Ramos, a UR hospedará na plataforma FonteAgro, já nos próximos dias, sua primeira série customizada de cursos de capacitação com ênfase na nova Norma Regulamentadora 31.7 (N.R. 31.7), da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. A norma entra em vigor no mês de outubro próximo.

Segundo Ramos, a NR 31.7 estabelece preceitos para a organização do ambiente de trabalho rural, ancorada em padrões de segurança essenciais ao desenvolvimento de atividades agropecuárias, incluindo diretrizes específicas para aplicação de defensivos agrícolas em lavouras de pequeno, médio e grande porte, a principal área de especialidade da Unidade de Referência.

“Trata-se de uma série de cursos modular, gravada, para acesso online e com duração prevista de oito, dezesseis e vinte horas no total, conforme o público-alvo e o foco do treinamento. Esse conteúdo permitirá desde a formação de instrutores, para multiplicar a nova N.R. 31.7 nas empresas, até fornecer suporte ao treinamento de trabalhadores rurais que atuam diretamente na aplicação de defensivos agrícolas. A todos os participantes, será entregue um documento que certifica sua habilitação e qualificação, por curso concluído.”

Ainda conforme Ramos, os recursos da plataforma da Unidade de Referência permitem que participantes interajam com a coordenação do curso em diferentes momentos, visando a debater questões práticas como o emprego de adjuvantes, pulverizadores costais, turbopulverizadores e pulverização em barra, por exemplo.

“A plataforma que centraliza o treinamento é amigável, acessível a pessoas com diferentes perfis”, continua Ramos. Segundo o coordenador da UR, os cursos mais aprofundados contarão com módulos presenciais ministrados nas instalações do CEA-IAC, na cidade de Jundiaí, a 50 km da capital paulista.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura