NOTÍCIAS

População de psilídeos cresce mais de 150% em junho

Comparação é com junho de 2019; número é o maior já registrado para o período.

O Alerta Fitossanitário, ferramenta do Fundecitrus que monitora a presença do inseto transmissor do greening e auxilia os citricultores no manejo regional da doença, detectou, no mês de junho, em todo o cinturão citrícola, um crescimento maior que 150% da população de psilídeos em relação a junho de 2019. O número é também o maior já registrado para o período pela série histórica, medida desde 2014.

Os picos populacionais do inseto costumam se concentrar no segundo semestre, principalmente no final do inverno e início da primavera, período de início das chuvas, após um intervalo de estiagem, que estimulam as brotações dos citros, atraindo o pslídeo.

Em 2020, o alto crescimento da população é motivado pelo maior volume de chuvas registrado já em junho, ação que antecipou as brotações e, consequentemente, promoveu elevação populacional fora de época. No momento, a atenção para evitar aumentos na incidência de greening já deve ser reforçada pelos produtores através das recomendações de manejo.

“Para reduzir a população do inseto, é preciso que todos os produtores continuem acompanhando as atualizações do Alerta Fitossanitário e façam o manejo regional, que envolve o monitoramento na propriedade e na região, o acompanhamento e o controle da população do inseto e a eliminação de fontes de contaminação dentro e fora da propriedade”, explica o engenheiro agrônomo do Fundecitrus Ivaldo Sala.

Veja mais informações no vídeo: Alerta para o aumento populacional do psilídeo.

Alerta Fitossanitário

O Alerta Fitossanitário, com base no histórico de capturas de psilídeos registrado pelo sistema, disponibiliza mapas, desenvolvidos em parceria com a Embrapa, que permitem ao citricultor acompanhar a variação populacional do inseto em cada região do cinturão citrícola e identificar os momentos em que o controle deve ser intensificado. Eles apresentam o status em relação ao histórico da própria região e ao histórico de captura de toda a área abrangida pelo Alerta Fitossanitário.

Para saber mais e visualizar os mapas, acesse o site.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura