NOTÍCIAS

Preço do milho fecha janeiro em alta

Com avanço da colheita da soja, agentes priorizam comercialização da oleaginosa, mantendo ritmo lento da negociação do cereal.

Os preços de milho acumularam ligeiro aumento em janeiro. A elevação no ritmo das exportações das últimas semanas e o menor interesse de vendedores consultados pelo Cepea em comercializar o cereal sustentaram as cotações. Com o avanço da colheita da soja, agentes priorizam a comercialização da oleaginosa, mantendo em ritmo lento a negociação do cereal.

Produtores consultados pelo Cepea limitaram suas ofertas para novos negócios, à espera de valorizações mais expressivas. Além disso, a irregularidade das chuvas tem deixado produtores cautelosos, o que fortalece o recuo vendedor. Do lado do comprador, agentes aguardam o avanço da colheita para maiores definições de produtividade. Assim, eles mantêm apenas as aquisições de pequenos lotes para fazer estoques no curto prazo. O Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas-SP) subiu 1% entre 28 de dezembro e 31 de janeiro, fechando a R$ 39,61/saca de 60 kg no dia 31. Especificamente de 25 de janeiro a 1º de fevereiro, o Indicador subiu 1,8%.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura