NOTÍCIAS

Presidente da Mahindra Américas participa do Brasil Investment Forum

O Brasil Investment Forum foi organizado pelo governo brasileiro – por meio da Apex-Brasil, do Ministério de Economia e do Ministério de Relações Exteriores, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O Presidente Institucional da Mahindra Américas, Dilip Sundaram, em visita ao Brasil durante o mês de outubro, participou do Brasil Investment Forum, maior evento de atração de investimentos na América Latina, que foi realizado na última semana, dias 10 e 11, em São Paulo. O Brasil Investment Forum foi organizado pelo governo brasileiro – por meio da Apex-Brasil, do Ministério de Economia e do Ministério de Relações Exteriores, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Participaram do evento cerca de 1.500 pessoas, entre executivos de grandes empresas, formadores de opinião, representantes de alto escalão do governo, investidores estrangeiros e empresários brasileiros.

Dilip Sundaram foi um dos painelistas do evento, juntamente com outros executivos como Frabrizio Opertti, Gerente de Comércio Exterior e Integração do IDB; Marcos Troyjo, Secretário Especial para Comércio Exterior e Relações Internacionais Ministério da Economia; Norberto Moretti, Secretário de Comércio Exterior e Política Econômica do Ministério das Relações Exteriores; Rick Scott, Senador dos Estados Unidos e ex-Governador da Flórida; Lisa Schroeter, Diretora da Dow Química - EUA e Luiz Pretti, Presidente da Cargill no Brasil.

Dilip chamou a atenção para alguns temas que o governo brasileiro precisa estar atento, como por exemplo, a inconstância de disponibilidade de recursos para financiamento nos programas PRONAF e Moderfrota, o que causou queda de mais de 20% nos resultados da indústria de tratores nos nove primeiros meses no ano, além da exigência de 50% de índice de nacionalização de máquinas agrícolas para acesso aos financiamentos via BNDES. Segundo Dilip, a nacionalização de máquinas agrícolas chega a encarecer o produto em até 25% comparando-se com o mesmo modelo, se totalmente importado. “Entendemos a necessidade de ter uma indústria forte no Brasil, mas alguma flexibilização nos custos de importação de tecnologias e componentes poderia ser avaliada, de forma a não onerar o custo final para o produtor rural brasileiro.”

Além de participar de eventos com este perfil, Dilip tem o objetivo de realizar encontros com governos, bancos e empresas para analisar interesses e facilitar possíveis operações de expansão e crescimento no País. Sua missão é buscar oportunidades de novos negócios nos países das Américas. Além de ser a número um no mundo na venda de tratores, a marca é uma das maiores indústrias do setor automotivo da Índia.

 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura