NOTÍCIAS

Produção de milho registra recorde em Minas Gerais, mas futuro preocupa produtores

O estado de Minas Gerais registrou um novo recorde na colheita do milho. A região encerrou a safra de grãos 2016/17 com incremento de 16,7% na produtividade, chegando a mais de 14 milhões de toneladas, de acordo com levantamento divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Apesar dos bons resultados, produtores e especialistas estão preocupados com as previsões dos próximos meses.

Daniel Guimarães, pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, explica que as tendências mostram uma possibilidade alta de seca, o que prejudicaria o início das plantações. “Alguns modelos climáticos estão indicando chuva abaixo da média na região, e isso pode impactar safras, como a de soja e a safrinha de milho”, diz.

O problema pode ir ainda mais além. Segundo Daniel, a produção do grão em outras regiões do país já sofre com o tempo seco. “No Nordeste, uma seca fortíssima impactou a plantação. No vale do são Francisco, há uma estiagem longa que está afetando muitos produtores”, ressalta.

De acordo com o meteorologista da Climatempo, Alexandre Nacimento, a chuva demorou, mas vem ainda nesta semana a Minas Gerais. Os modelos numéricos de previsão adotados pela Climatempo não indicam uma Primavera ruim de chuva, pelo contrário, ela chega e se estabelece no estado mineiro.


Com um Pacífico Equatorial ligeiramente mais frio do que o normal a chuva chegará inclusive ao Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia que no ano passado teve bons resultados e que neste ano deve se repetir com uma boa safra. O problema deste atraso da chuva na segunda quinzena de setembro não deve causar problema na safra, pois a chuva vem. Mas, pode prejudicar a semeadura da safrinha.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura