NOTÍCIAS

Produção estadual de grãos fecha o ciclo com estimativa de 10,4 milhões de toneladas na Bahia

Para o algodão, estimativa estadual geral é de produção na ordem de 1.266,6 mil toneladas de algodão em caroço, ou 506,6 mil toneladas em pluma. - Foto: Wenderson Araujo/CNA

A produção baiana de grãos fecha a safra 2020/21 com estimativa de 10,4 milhões de toneladas, um incremento de 3,3% em relação à safra anterior. A área cultivada superou os 3,2 milhões de hectares, com produtividade de 3.226 quilos por hectare. Os dados são do 12° Levantamento da Safra de Grãos 2020/21, publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) na última quinta-feira (09/09).

Algodão 

A estimativa estadual geral é de produção na ordem de 1.266,6 mil toneladas de algodão em caroço, ou 506,6 mil toneladas em pluma, representando decréscimo de 15,1% em comparação ao volume obtido em 2019/20, principalmente em decorrência da redução de área plantada neste ciclo. A colheita avançou bastante no último mês e já foi executada em mais de três quartos da área total no estado, restando agora principalmente as lavouras irrigadas, que são semeadas mais tardiamente. Os melhores resultados têm sido observados no extremo-oeste, onde as condições climáticas foram mais favoráveis.

Feijão 

A colheita de 15 mil hectares destinados à 2ª safra de feijão-comum cores está finalizada. O cultivo é mais tardio, depois da colheita da soja, justamente para mitigar a incidência de mosca-branca, porém diminuindo o impacto da redução das precipitações durante o outono-inverno no extremo-oeste baiano, onde está a maior concentração desse cultivo. As lavouras foram manejadas sob irrigação e mantiveram um bom potencial produtivo, alcançando 40,5 mil toneladas colhidas. Vale destacar o expressivo aumento de área em relação ao ano passado, algo que potencializou esse bom resultado.

O atraso na colheita de soja causou um encurtamento da janela para o plantio de milho no estado. Com isso, parte da área foi destinada ao cultivo do feijão-caupi de 2ª safra. Com o ganho de espaço, o grão alcançou cerca de 50 mil hectares semeados (incremento de 42,9% em relação a 2019/20). As lavouras estão em fase final de colheita e estima-se acréscimo de 86,8% na produção, em comparação à temporada anterior.

Milho 

A colheita da 3ª safra ainda não foi iniciada. Nos últimos 30 dias foram registradas chuvas em toda a região produtora, trazendo conforto para as lavouras e favorecendo a fase de enchimento de grãos. No entanto, não foi possível reverter as perdas de produtividades ocorridas em algumas localidades devido ao estresse hídrico verificado em maio. A produção total de milho na Bahia deve alcançar 2,4 milhões de toneladas.

boletim completo, com o panorama da produção de grãos na Bahia e em todo o Brasil, está disponível no site da Conab.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura