NOTÍCIAS

Produtor do RS aumenta produção com uso da irrigação

No Rio Grande do Sul, um produtor usou os pivôs Valley como solução para aumentar a produtividade sem expandir a área cultivada.

Que o pivô é uma solução para garantir uma produtividade alta e eliminar a preocupação com o clima imprevisível, muitos produtores já sabem. O que poucos conhecem é o impacto dessa tecnologia na renda. Quando a expansão da área cultivada é impossível, a irrigação surge como a resposta que permite um bom crescimento da produtividade e a alternativa para aumentar o lucro com um mesmo pedaço de terra. 

Foi o que ocorreu na Fazenda Boa Esperança, propriedade do produtor Lorinei Baiotto Pieniz, localizada em São Lourenço das Missões, distrito do município de São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul. Irrigante há três anos, Lorinei investiu em dois pivôs centrais Valley no intuito de obter a garantia de produtividade que só a irrigação oferece.

"O clima da nossa região é muito instável. Muitos produtores optam por investir em sistemas de irrigação para assegurar boas safras sem precisar depender da chuva", comenta Lorinei. Os equipamentos adquiridos pelo produtor atendem a uma área de 140 hectares. Lorinei não se limita a apenas um tipo de lavoura - na propriedade, cultivam-se soja, milho, trigo, aveia, canola e girassol.

E, até agora, o pivô vem cumprindo as promessas de produtividade. Embaixo do pivô, a colheita de milho pode chegar até 240 sacas por hectare. Já no sequeiro, a quantidade colhida não passa de 135. "Também tivemos bons resultados com a soja safrinha, na última safra. Com o pivô, alcançamos 52 sacas por hectare, contra 30 sacas, nas áreas sem irrigação", ressalta o produtor.

No entanto, para Lorinei, os melhores resultados ainda estão por vir. Além da produtividade que já opera em níveis superiores, o produtor encontrou na irrigação de precisão a resposta para um problema permanente da fazenda. "Sempre quisemos expandir a área cultivada, mas a nossa região não possui mais espaço para ampliações. Em vez disso, planejamos investir na expansão do sistema de irrigação, levando mais pivôs para a fazenda e aumentando, dessa forma, a produtividade", revela Lorinei.

Com o plano engenhoso do produtor, viabilizado através das tecnologias da Valley, a rentabilidade poderá ainda ser multiplicada além dos números já positivos que são registrados na propriedade de Lorinei, dando continuidade ao valor agregado pela irrigação. "Com o estado competitivo do mercado e levando em consideração as despesas implicadas na atividade de qualquer fazenda, o produtor é pressionado a produzir cada vez mais em áreas menores. Para nós, a irrigação é uma forma de alcançar esse objetivo", avalia.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura