NOTÍCIAS

Projeto Tech Maíz prevê maior produção de alimentos na América Latina

Projeto intitulado “Tecnologias para promover a produção sustentável de milho nas Américas” ou Tech Maíz será lançado no dia 26 de agosto, com foco em mais sustentabilidade na produção de milho e cultivos associados. - Foto: Guilherme Viana

Fazendo uma comparação global, o aumento da insegurança alimentar de moderada a grave, de 2019 a 2020, foi maior na América Latina e no Caribe (9%) do que no resto do planeta. Isso é indicado no documento “O Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo 2021” (www.fao.org/3/cb4474en/cb4474en.pdf), publicado em parceria pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), pelo Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), pelo Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef), pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Números como esses levam a perguntas como: Quão resilientes são os nossos sistemas alimentares? Como podemos criar sistemas alimentares que não sejam apenas sustentáveis, mas também saudáveis, inclusivos e que ajudam na saúde do planeta? Responder a essas perguntas demanda um esforço conjunto que não poderia ter um momento melhor do que o ano de 2021, quando se comemora o 50º aniversário do Prêmio Nobel da Paz recebido por Norman Borlaug, por meio da iniciativa Agricultura para a Paz, promovida pelo Centro Internacional de Melhoramento do Milho e do Trigo (CIMMYT), do México.

Neste sentido, foi construído o projeto "Tecnologias para promover a produção sustentável de milho nas Américas", também conhecido como Tech Maíz, selecionado no edital do Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento (CYTED). O projeto Tech Maíz será lançado no dia 26 de agosto de 2021 (quinta-feira), às 18h30 (horário de Brasília), contando com a presença de especialistas em milho da América Latina, além de Bram Govaerts, Diretor Geral do CIMMYT e recebedor do Prêmio Norman Borlaug para Pesquisa de Campo, concedido pela Fundação Rockefeller, por encontrar maneiras inovadoras de aplicar a ciência para melhorar a produtividade e resiliência dos produtores de sistemas de produção de milho e trigo.

A proposta do projeto Tech Maíz foi apresentada pela Rede Latino-Americana do Milho (https://latam.maize.org), mecanismo de integração e cooperação que reúne pesquisadores de nove institutos públicos de pesquisa da Ibero-América, cinco universidades latino-americanas e o CIMMYT, para pesquisar e inovar a favor do aumento de produtividade e sustentabilidade da cultura de milho, e para o benefício dos agricultores que o produzem. O projeto conta com representantes nos países latino-americanos, e a Embrapa Milho e Sorgo é a instituição que representa o Brasil na iniciativa.

Importância e objetivos

Segundo Lauro Guimarães, chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Milho e Sorgo, o projeto Tech Maíz tem forte ligação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e tem por objetivo central o treinamento de pesquisadores, agentes de assistência técnica e pequenos e médios produtores. “Visamos promover a adoção de ferramentas digitais, incluindo sensores remotos e aplicativos, além de outras tecnologias modernas que possibilitem melhorar o manejo de sistemas de produção e aumentar a produtividade de milho e outros cultivos associados, com maior sustentabilidade”, explica. Objetiva-se também o fortalecimento da Rede Latino-americana do Milho (https://latam.maize.org/) e a integração de instituições nacionais por meio da realização das edições XXIV e XXV da Reunião Latino-americana do Milho, em 2022 e 2024, bem como a produção de artigos, publicações técnicas e a edição de um livro com resultados do projeto.

Papel da Embrapa

De acordo com Guimarães, a Embrapa coordenará ações na rede de pesquisa de milho no Brasil, incluindo a capacitação de profissionais de diversas regiões do País, e promoverá a interação entre instituições públicas brasileiras que atuam com a cultura do milho nos âmbitos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), Transferência de Tecnologia (TT) e Assistência Técnica, com foco em tecnologias aplicáveis a pequenas e médias propriedades.

Ações futuras

O chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Milho e Sorgo acredita que o fortalecimento da rede de pesquisa em milho na América Latina facilitará o surgimento de novas atividades conjuntas no futuro e permitirá, a médio prazo, aumentar a produtividade da cultura do milho e de cultivos associados, especialmente dos pequenos agricultores que, atualmente, têm limitação de acesso a tecnologias modernas. “Espera-se a agregação de novas instituições, bem como de pesquisadores e técnicos jovens, que promovam ações continuadas, e a submissão de novos projetos que causem impactos positivos na inclusão produtiva e tecnológica, principalmente, para pequenos e médios produtores de milho (e cultivos associados) na América Latina, por meio de ações locais coordenadas, de acordo com as realidades, necessidades e oportunidades regionais”, afirma.

Serviço

Lançamento do Projeto Tech Maíz: https://latam.maize.org/

O que é: projeto que reúne instituições da América Latina, pesquisadores, técnicos e médios e pequenos produtores para aumentar a produção sustentável de milho e de outros alimentos nas Américas

Data: 26/08/2021

Horário: 18h30 (horário de Brasília-DF)

Link para acesso: o evento, em espanhol, acontecerá por meio da plataforma Zoom. Faça sua inscrição aqui.

Palestras serão apresentadas pelos pesquisadores especialistas em milho da América Latina, como a representante do CIMMYT para a América Latina, Jelle Van Loon; o coordenador do projeto, José Luis Zambrano, pesquisador principal do Programa Milho do INIAP (Equador); e os coordenadores nacionais dos países que fazem parte do projeto, que pertencem ao INIA (Espanha), ao INTA (Argentina), à Embrapa (Brasil), ao INIA (Peru), à AGROSAVIA (Colômbia), ao ICTA (Guatemala), ao INIAF (Bolívia) e à USFQ (Equador).

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura