NOTÍCIAS

Propriedades rurais abrigam metade da vegetação protegida do País

  • 24/07/2018 |
  • Assessoria GAF

Por meio de dispositivos ambientais, como, por exemplo, Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de Reserva Legal (RL), as propriedades rurais brasileiras abrigam metade da vegetação protegida do País, apontam números divulgados por Gustavo Spadotti, da Embrapa Territorial, durante painel sobre o uso e ocupação do solo e utilização da água pela agricultura no Global Agribusiness Forum (GAF), em São Paulo.

“Os produtores rurais preservam cerca de 218 milhões de hectares. Ou seja, ¼ do Brasil é preservado pelos agricultores”, disse Spadotti. Cálculos da Embrapa apontam que o gasto estimado para que os produtores preservem esta área é de US$ 1 trilhão. “No entanto, o produtor não recebe nada por este serviço ecossistêmico que presta para a sociedade.”

No que diz respeito aos recursos hídricos, Spadotti ressaltou que a agricultura não gasta água, e sim usa. “Toda água utilizada pela agricultura volta para o meio ambiente por meio de processos biológicos, nada do que é usado pelo setor se perde.”

Também palestrante do painel, o embaixador da Índia no Brasil, Ashok Das, afirmou que o Brasil é referência para a Índia no tocante ao uso da água. “Na Índia, a água está se tornando alvo de disputa entre alguns estados”, pontuou, acrescentando que o país está investindo na dessalinização da água. Em relação ao uso e ocupação do solo, o embaixador contou que a Índia enfrenta degradação da terra, e que uma alternativa que está sendo 

ver mais notícias