NOTÍCIAS

Quepia estuda efeito de sabão em pó sobre a lavagem e a durabilidade de EPI agrícolas

Laboratório avançado do Quepia passou a analisar efeitos de produtos para lavagem na durabilidade de EPI agrícolas.

Após avançar uma metodologia de pesquisa em parceria com a empresa Syngenta Proteção de Cultivos, com ênfase na resistência e na durabilidade de EPI agrícolas, o programa IAC-Quepia de Qualidade de Equipamentos de Proteção Individual na Agricultura inicia um novo estudo de ponta na área. Segundo o coordenador do IAC-Quepia, o pesquisador Hamilton Ramos, o laboratório avançado do programa passou a analisar o efeito de marcas de sabão em pó fabricadas no Brasil na lavagem de EPI agrícolas.

“O objetivo da pesquisa é identificar produtos que interfiram favoravelmente ou prejudicialmente na durabilidade dos EPI. Os testes são baseados em sucessivos procedimentos de lavagem seguidos de avaliações em laboratório”, assinala Ramos. Segundo o pesquisador, a expectativa é que o laudo final atrelado ao estudo fique pronto ainda este ano.

Ramos acrescenta também que uma parte relevante da pesquisa se dá pelo emprego de um equipamento importado pelo IAC-Quepia, possivelmente único no Brasil na pesquisa agrícola, denominado Laundrometer, específico para lavagem controlada de amostras de tecidos de EPI agrícolas.

Ainda conforme Ramos, as marcas comerciais selecionadas para compor o ensaio técnico terão seu desempenho comparado ao do sabão em pó padronizado pela entidade International Standardization Organization, prescrito no âmbito da norma ISO 6330.

“O resultado da análise poderá ensejar recomendações de uso para agricultores e empresas agrícolas com o objetivo de elevar a vida útil dos EPI”, complementa Ramos. Ele não revela quais marcas de sabão em pó produzidas no País estão sendo empregadas no ensaio do IAC-Quepia.

Liderado pelo Centro de Engenharia e Automação (CEA), do Instituto Agronômico (IAC), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP, o IAC-Quepia completou 14 anos em 2020. Focado no desenvolvimento de tecnologia e na certificação de qualidade para EPI agrícolas, o programa é financiado com recursos privados e tem seu laboratório avançado instado na cidade paulista de Jundiaí.

Mais informações sobre o programa IAC- Quepia: www.quepia.org.br

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura