NOTÍCIAS

Recuo externo pressiona valores de café no Brasil e liquidez segue baixa

Foto: Wenderson Araujo/CNA Brasil

A forte queda internacional pressionou os valores do café arábica nos últimos dias. Assim, segundo pesquisadores do Cepea, o ritmo de negócios continua lento. Nessa terça-feira, 13, o Indicador CEPEA/ESALQ do café arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 435,63/saca de 60 kg, baixa de 2,2% em relação à terça anterior, 6. Quanto às exportações brasileiras de café, seguem firmes, atingindo novo recorde nesta temporada (2018/19). Segundo dados do Cecafé (Conselho dos Exportadores de Café), em outubro, os embarques totais (considerando-se grão verde, torrado e moído e solúvel) somaram 3,7 milhões de sacas, avanço de 20% em relação a setembro e de 29% frente a outubro do ano passado. A quantidade embarcada em outubro foi a maior mensal, tomando-se como base toda a série histórica do Cecafé, iniciada em 1990.  www.cepea.esalq.usp.br

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura