NOTÍCIAS

Rede 5G promete transformar o campo

A implantação da rede 5G de telefonia móvel vai transformar a forma como lidamos como o campo, vai significar a utilização de ferramentas remotas como sensores, robôs automatizados, máquinas autônomas, a utilização da Internet das coisas, irá trazer respostas de forma instantânea, tornando tudo mais ágil, automático e altamente eficiente. 

São inúmeros os projetos, pesquisas, startups, que estão apostando no agronegócio para aumentar a produtividade do campo, mas na maioria dos casos o acesso a redes de sinais que possibilitam esses projetos limitam o potencial das inovações. 

Com a rede 5G de dados móveis, esse limitador praticamente desaparece, ou seja, a troca de dados será imediata, em tempo real, poderão ser desenvolvidos protocolos de trabalho agrícola autônomos, robôs poderão circular pela fazenda sem que o proprietário esteja presente, a leitura das imagens acionarão os trabalhos necessários para uma determinada cultura, iniciando o protocolo de automação da irrigação, pulverização de defensivos por área determinada através de drones, tudo de forma automatizada. 

A Huawei, a Claro e o Governo de Goiás implementam um projeto de 5G voltado ao agronegócio no município de Rio Verde para ampliar a rede e servir de incubadora de startaps com foco no agronegócio, potencializando o desenvolvimento de tecnologias inovadoras, como realidade aumentada, realidade virtual, robótica, inteligência artificial e a própria internet das coisas (IoT). 

Esses projetos estão só começando, assim todos devem estar preparados para iniciar seus projetos e fazer o diagnóstico do que pequeno e médio produtor vai precisar. 

São milhares de pequenos e médios produtores que não tem acesso a qualquer tipo de automação, o que dá uma ideia do potencial de crescimento deste mercado, e estamos falando da mais simples das automações até as mais complexas. 

O investimento em pesquisa, levantamento de dados estratégicos, diagnóstico de investimento do produtor, para saber como e onde o produtor pode investir vai ser o grande diferencial no sucesso da automação em todas as áreas ligadas ao Agronegócio, portanto apresentar propostas diferenciadas aos novos produtores do campo será um diferencial.

Um exemplo é  o levantamento de dados que a INA –INTELIGÊNCIA NO AGRO está fazendo com os pequenos e médios produtores rurais e mapear a necessidade e grau de acesso a tecnologia que esse produtor tem para ajudar você a oferecer o projeto automação que o produtor estava aguardando. 

Para participar da pesquisa que cruza os interesses dos produtores e da indústria do Agronegócio, entre empresas de insumos, fabricantes de máquinas agrícolas, startups e agroindústrias, o produtor pode acessar um questionário clicando aqui. A indústria também pode colaborar respondendo ao questionário disponível neste link.

Em 2020 foram mais de 800 entrevistados, 25 culturas diferentes, agricultores de todos os Estados e um total de 24 diferentes segmentos do setor produtivo do Agro.  

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura