NOTÍCIAS

Retração vendedora e demanda aquecida mantém preços do milho firmes

Elevação do dólar, negociações comerciais entre EUA e China são alguns dos fatores que favorecem as exportações nacionais. – Foto: Tony Oliveira/CNA

Até o início de maio, as boas projeções para a temporada 2018/19 vinham pressionando as cotações de milho. Já nesta segunda quinzena do mês, a retração vendedora e a demanda mais aquecida passaram a dar suporte aos preços, que estão em ritmo de recuperação, de acordo com levantamento do Cepea. Nos portos, os valores também estão em alta.

Neste caso, as recentes elevações do dólar frente ao Real, as negociações comerciais entre Estados Unidos e China, as dificuldades no semeio norte-americano e a disponibilidade elevada no Brasil favorecem as exportações nacionais. Entre 17 e 24 de maio, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) subiu expressivos 2,9%, fechando a R$ 35,71/saca de 60 kg na sexta-feira, 24 de maio. 

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura