NOTÍCIAS

RTRS divulga a sustentabilidade na produção e no processamento da soja no MATOPI

“Apenas no MATOPI, a RTRS já certificou aproximadamente 200 mil hectares de soja. A região tem um grande potencial de crescimento e as propriedades apresentam benefícios sociais, ambientais e econômicos. No total, são 9 propriedades certificadas e, na abertura do evento, esses produtores tiveram a oportunidade de receber do Governador do Estado, Flávio Dino de Castro e Costa, o valor de R$ 1.662.026 referente à venda de créditos”, garante Cid Sanches.

Um desses produtores certificados é Oswaldo Massao Ishii, que está há 30 anos no Maranhão. Atualmente, sua propriedade em São Raimundo das Mangabeiras-MA possui 6 mil hectares de soja, sendo que aproximadamente 3 mil hectares são de soja certificada. “Conheci o trabalho da RTRS por meio da FAPCEN em meados de 2013. Os produtores da região já possuem uma preocupação ambiental, mas a RTRS veio para nos sensibilizar ainda mais a agir com sustentabilidade em todos os elos”, comenta.

A propriedade de Massao é considerada modelo em relação à Integração Lavoura-Pecuária e representantes de diversas entidades e compradores europeus já a visitaram e comprovaram sua eficiência. “As visitas começaram depois que nos adequamos às regras da certificação RTRS. Todos ficaram impressionados com o trabalho realizado com solo, manejo e rotação de culturas. Inclusive, outro importante benefício foi a venda de créditos a empresas na Europa, o que nos auxilia a implementar melhorias na própria fazenda”, conta.

Convidado pela FAPCEN para participar do evento, o representante da empresa ACT Commodities, Jorn Schouten, veio da Holanda para conhecer o trabalho realizado pela RTRS. “Desde janeiro de 2017, a ACT Commodities já comprou 200 mil toneladas de soja certificada RTRS, proveniente do Maranhão e Piauí. O objetivo da minha visita foi aprender quais são os benefícios que a RTRS promove no campo e o que isso significa aos produtores. A visita a FAPCEN foi enriquecedora, pois pude compreender como o trabalho da RTRS é implementado e fiquei impressionado com o trabalho social realizado com as crianças e jovens da região”, avalia.

De acordo com a Superintendente da FAPCEN, Gisela Introvini, a AgroBalsas recebeu 65 mil pessoas durante os cinco dias de programação. “O evento é referência para os produtores da região e a presença da RTRS foi de extrema importância para estreitar o relacionamento com o público presente. Queremos transmitir uma visão do futuro, de conservação, de respeito ao meio ambiente e com diversos projetos sociais nas fazendas que a FAPCEN em conjunto com a RTRS certifica. É um grande encontro que mostra a grandeza do MATOPI”, explica.

ver mais notícias