NOTÍCIAS

​Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul se unem em prol da sanidade nos pomares de maçã

Os três estados do Sul já são grandes parceiros no fomento à produção de leite e nas discussões sobre a demanda por milho e agora estão prestes a criar o Comitê Interestadual de Sanidade da Pomicultura (Cisp), para defender a sanidade nos pomares de maçã. A portaria deverá ser assinada pelos secretários da Agricultura de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul às 9h de terça-feira (13), no Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar da Epagri (Epagri/Cepaf) em Chapecó.

A intenção do Comitê é propor medidas conjuntas para assegurar ações de vigilância e defesa de pragas e doenças quarentenárias que afetam a pomicultura. O Cisp funcionará como um órgão de assessoramento às entidades de defesa agropecuária dos três estados.

A maior preocupação dos produtores é erradicar o cancro europeu e manter a região livre da Cydia pomonella. Representantes do setor produtivo também farão parte do Comitê.

Maçã

Os principais estados brasileiros produtores de maçã são Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que juntos representam 94,9% da produção nacional e 94,4% da área em produção. Santa Catarina participa com 46% da produção brasileira e 48% da área em produção da fruta no país.

Fórum Mais Milho

Às 13h30, os secretários da Agricultura de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul continuarão juntos no Fórum Mais Milho. O evento acontecerá no Centro de Convenções Plinio De Nês, em Chapecó, e será uma oportunidade para lideranças, produtores e representantes de agroindústrias, além de outros elos envolvidos na cadeia produtiva do milho, discutirem os desafios e oportunidades para o setor produtivo de grãos e de proteína animal.

Ao longo da tarde, serão apresentados três painéis:

- “Políticas públicas que podem ajudar no equilíbrio financeiro da cultura do milho” – participação do secretários de Agricultura do sul do país e a moderação será feita pelo vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Milho, Glauber Silveira.

- “Como as indústrias e produtores podem buscar equilíbrio de preços do milho”-participação do

economista e comentarista do Canal Rural, Ivan Wedekin; o representante da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Odacir Zonta; o presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, e o presidente da Coocam, João Carlos Di Domênico. O painel será moderado pelo secretário adjunto da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, Airton Spies.

- “Estímulos para o agricultor produzir milho – aspectos econômicos e técnicos”, - participação do

diretor estadual de Extensão Rural da Epagri, Paulo Lisboa Arruda; o presidente da Fecoagro, Claudio Post; o presidente da Ocesc, Luiz Vicente Suzin, e o presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo. O comentarista do Canal Rurla, Bendito Rosa, será o moderador.

A inscrição para o Fórum Mais Milho é gratuita e pode ser feita pelo link: https://www.sympla.com.br/forum-mais-milho-caminhos-para-o-equilibrio-na-cultura-do-milho__143288


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura