NOTÍCIAS

Santa Clara apresentará na Agrishow tecnologia para ampliar produtividade do algodão

Foto: Wenderson Araujo/CNA Brasil.

Santa Clara Agrociência levará para a Agrishow 2019 – 26ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, a ser realizada de 29 da abril a 3 de maio, em Ribeirão Preto/SP, sua linha de compostos destinados a auxiliar no crescimento das principais culturas do agro brasileiro. Um caso que será exibido é o do Protex, um protetor solar para plantas que, segundo a empresa, já comprovou poder aumentar em até 39% a produtividade do algodão, ampliar em 39 sacas por hectare a produção de batatas e elevar de 73 para 82 sacas de soja por hectare.

Todos esses resultados foram alcançados em experimentos realizados por produtores rurais de diversas regiões do país. Os benefícios do uso do Protex são resultados do aumento da fotossíntese, da redução na temperatura média das plantas, da melhor formação de frutos e flores, da redução do abortamento de plantas e do aumento do peso de grãos e frutos. Tudo é conseguido graças a pulverização do Protex, composto que incorpora tecnologias e, em razão disso conta com o benefício de não sair mesmo após a chuva, representando, portanto, um aprimoramento em comparação com produtos semelhantes que já são empregados, sobretudo, nas culturas de frutas.

No estande da Santa Clara na Agishow 2019 será possível conhecer também em detalhes as propriedades e formas de aplicação de pelo menos uma dezena de produtos que se desdobram em inúmeras fórmulas que aumentam a produtividade de vários cultivares brasileiros. Um desses produtos expostos na feira será o Totale, uma formulação líquida com nutrientes de elevada concentração, com tecnologia de nanopartículas, que aumenta a dinâmica de liberação e confere maior eficiência de uso, sendo muito mais prática e segura de manejar dentro da fazenda, o que também aumenta o rendimento da lavoura, reduzindo os custos operacionais.

Todos esses produtos são frutos da estratégia adotada pela Santa Clara de destinar constante e expressivo investimento em pesquisa e desenvolvimento. Tal prática foi recentemente reforçada por meio de uma parceria firmada com a Embrapa para desenvolver novas gerações de nematicidas biológicos à base de extratos de plantas, além de microrganismos. Prevista para durar três anos, a parceria envolve investimentos de R$ 2,4 milhões para o desenvolvimento de produtos com foco no controle biológico de pragas, um dos segmentos com maior potencial de crescimento no agronegócio brasileiro.

O estabelecimento da parceria também consolida a vocação de empresa focada no desenvolvimento científico que a Santa Clara exibe desde sua fundação, uma vez que tem destinado uma média de 8% de sua receita anual bruta ao investimento em P&D.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura