NOTÍCIAS

Selecionado o primeiro finalista do "Desafio Microbioma Brasil"

Representando a região Cerrado Oeste, o experimento vencedor analisou o uso da adubação biológica na cultura de soja. - Foto: Divulgação

Ocorreu no último dia 19, a primeira etapa da segunda edição do ‘Desafio Microbioma Brasil’ (DMB). O primeiro evento avaliou experimentos da região Cerrado Oeste. Henrique Trevisanuto, representante da PA Consultoria, apresentou o trabalho vencedor. O experimento foi conduzido em Diamantino, região de Parecis, Mato Grosso, na cultura da soja. A proposta foi analisar o efeito do adubo biológico produzido com Microgeo em diferentes formas de aplicação na cultura da soja e sob condições de estresse hídrico.

“Foi uma experiência focada nessa safra, que foi muito desafiadora para cultura da soja, e nos surpreendeu muito que ferramentas biológicas nos trouxeram altos resultados de mais de 10 sacas por ha. São números muito expressivos. Concluímos que a adubação biológica aumentou a capacidade da planta de suportar as adversidades”, contou Trevisanuto.

O DMB, idealizado pelos fundadores da Microgeo️, empresa 100% brasileira do setor de biológicos, é pioneiro no país e foi inspirado no “Plant Microbiome Symposium”. Voltado às instituições de pesquisa e consultores do ramo do agronegócio, o objetivo do desafio é incentivar discussões sobre a importância do microbioma do solo na agricultura. Além disso, a proposta é compartilhar com agricultores de todo o país os resultados obtidos com o uso da adubação biológica feita através da Biotecnologia Microgeo, em propriedades participantes de 4 regiões do Brasil, para a prática da sustentabilidade no agronegócio.

“Logo na primeira etapa regional pudemos ver a pluralidade de experimentos, objetivos e resultados a campo alcançados com o uso da Biotecnologia Microgeo. É a comprovação que o manejo do microbioma do solo traz benefícios que suprem as necessidades de produção, a sustentabilidade e a perpetuação da atividade agrícola”, destaca Paulo D´Andréa, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Microgeo.

A banca avaliadora regional do Desafio foi composta pelos especialistas: Dra. Rosangela Silva, pesquisadora da Fundação MT e Dr. Edicarlos Damacena de Souza, professor da Universidade Federal de Rondonópolis.

“Esse tipo de iniciativa, como o Desafio, é muito importante porque conseguimos aproximar mais a pesquisa da difusão, de forma que muitas das ações tenham uma base científica, mas aplicada. Isso facilita a chegada da tecnologia até o produtor, e quando você envolve os técnicos com uma banca de pesquisadores, você consegue lapidar e ir melhorando esses experimentos, a fim de obter resultados cada vez mais acertados”, disse o professor Dr. Edicarlos Damacena de Souza.

Para a Dra. Rosangela Silva, “o uso de biológicos da agricultura já é uma realidade. Essas pesquisas são importantes para entender a forma, para saber o momento certo, a dose certa de aplicação. E é isso que trabalhos como esses nos mostram”.

Nesta edição houve um aumento não só de participantes, mas também na diversidade de culturas conduzidas nos experimentos a campo. Foram inscritos 42 trabalhos consultores nas etapas: Cerrado Oeste, Cerrado Leste, Sul/Sudeste e uma etapa exclusiva para Cana-de-Açúcar.

Os vencedores das etapas regionais concorrerão a etapa Nacional, onde o ganhador participará da próxima edição do Plant Microbiome Symposium, programado para 2022 na Escócia.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura