NOTÍCIAS

Seminário apresenta novas uvas tolerantes às velhas doenças

  • 26/07/2016 |
  • Foto: Viviane Zanella

Foto: Viviane Zanella

Na tarde do dia 3 de agosto, a Embrapa Uva e Vinho e a Associação dos Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste (Aeane) promovem o seminário "Uva: Novas cultivares tolerantes a velhas doenças", no Auditório da empresa de pesquisa (Rua Livramento, 515 - Bento Gonçalves- RS). A programação contará com palestras dos pesquisadores da Embrapa Uva e Vinho, Adeliano Cargnin e Patrícia Ritschel, e do Diretor Técnico da Vivai Cooperativi Rauscedo da Itália, Eugenio Sartori.

O uso de cultivares de videiras tolerantes a doenças fúngicas, como o míldio ou o oídio, em especial em regiões de clima úmido, como a Serra Gaúcha, representa muitos benefícios. Segundo o pesquisador Adeliano Cargnin, entram como pontos favoráveis o manejo simplificado, com um número reduzido de aplicações de produtos, por exemplo. "A uva tolerante tem melhor qualidade, pois a planta é sadia, as folhas conseguem realizar melhor a fotossíntese. As cultivares tolerantes são uma boa opção, pois, de forma resumida, representam menores impactos econômicos e ambientais", pontua.

O desenvolvimento de cultivares tolerantes ao míldio se enquadra na perspectiva de uma produção mais sustentável, que tem sido um conceito prioritário para o Programa de Melhoramento Genético de Uva da Embrapa, desde o seu início em 1977. No segmento de vinhos, o Programa já desenvolveu cultivares tolerantes, como BRS Lorena e BRS Margot, cujos vinhos remetem aos produtos elaborados com uvas europeias. "Outras seleções avançadas, seguindo este mesmo conceito, estão sendo testadas e devem ser lançadas em breve" , comenta a pesquisadora Patrícia Ritschel, que coodena o Programa de Melhoramento de Uva, juntamente com o pesquisador João Dimas Garcia Maia. Mais recentemente, as cultivares de uvas de mesa tolerantes ao míldio, 'BRS Vitória', 'BRS Isis, as duas sem sementes, e a 'BRS Núbia', com sementes, foram lançadas pelo Programa e seu cultivo vem se expandindo rapidamente no polo Petrolina-Juazeiro.

Já o italiano Eugenio Sartori irá apresentar novas alternativas de cultivares para a elaboração de vinho e que são tolerantes ao míldio, fruto do melhoramento genético na Itália. Sua palestra contará com tradução consecutiva.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail: cnpuv.inscricoes@embrapa.br. Mais informações pelo telefone (54) 3455-8071.

Serviço:
O que: Seminário: Uva: Novas cultivares tolerantes a velhas doenças
Dia: 3 de agosto
Local: Auditório da Embrapa Uva e Vinho – Rua Livramento, 515, Bento Gonçalves – RS
Programa:
13h30 - Recepção e Abertura

13h45 - Palestra: Avaliação de clones de variedades viníferas em áreas de Indicação Geográfica - Adeliano Cargnin

14h30 - Palestra: Programa de Melhoramento Genético da Uva - Patrícia Ritschel

15h15 – Intervalo e degustação de vinhos elaborados com cultivares do Programa de Melhoramento de Uva

15h 45 - Novas Cultivares de V. vinifera tolerantes a doenças - Eugenio Sartori

17h 15 – Encerramento

Inscrições: as inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo e-mail: cnpuv.inscricoes@embrapa.br

Informações: (54) 3455-8071


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura