NOTÍCIAS

Seminário Cana Irrigada reunirá setor canavieiro em Ribeirão Preto (SP) nesta terça (22)

  • 21/05/2018 |
  • Faeza Rezende

Nesta terça-feira (22), a Valley realizará o 1º Seminário Cana Irrigada. O evento reunirá diversos profissionais do setor caniveiro para discussão e troca de informações sobre as técnicas mais modernas de produção de cana irrigada, com foco na produtividade. O evento será no Hotel Araucária, em Ribeirão Preto (SP), das 9h às 15h.

O seminário da Valley contará com a presença de diversos especialistas, que irão explicar as particularidades da produção de cana-de-açúcar embaixo de pivôs centrais, que vem mostrando resultados surpreendentes na América Latina. Os assuntos em pauta englobam desde os desafios para o aumento da eficiência da fertilização e nutrição da cana, a irrigação conectada e o manejo automatizado, a diferença entre os custos de produção da cana irrigada e da cana em sequeiro, bem como as soluções apresentadas pela Valley.

O quadro de palestrantes será composto pelo mestre em irrigação e sócio-diretor da Irriger, Hiran Medeiros; o engenheiro agrônomo e gerente Segmento Cana da Valley, Vinícius Maia; o doutor em agronomia e consultor da Canaplan, Nilceu P. Cardozo; e o doutor em solos e nutrição de plantas pela Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo) e especializado em manejo de cana-de-açúcar, Henrique Junqueira Franco.

O encontro será mediado pelo diretor da Canaplan, Luiz Carlos Corrêa, e haverá ainda a presença de dois produtores convidados que contarão as suas histórias de êxito na produção de cana irrigada.

Um país de cana. 

O Brasil é o maior produtor de cana-de-açúcar do mundo. No total, o Brasil produz 560 milhões de toneladas de cana por ano, somando 23 milhões de litros de etanol e 36 milhões de toneladas de açúcar. A Colômbia apresenta-se como o país com maior produtividade – 89 toneladas/hectare, contra a média brasileira de 70. 

Neste contexto, o setor da produção da cana vem crescendo acentuadamente nas últimas décadas. Entre 2000 e 2010, a produção nacional saltou de 254,9 milhões de toneladas para 623,9 milhões – um crescimento de 9,4% por ano. De 2005 a 2010, o país fez crescer em 45% o número de usinas canavieiras; durante esse período, foram inauguradas 112 novas unidades.

Acompanhando esse crescimento, vêm sendo realizados diversos estudos e pesquisas que demonstram as formas mais eficientes e lucrativas de produzir cana-de-açúcar. Na região Sudeste, os resultados desses estudos apontam um aumento de cerca de 40 a 50% na produtividade da cana produzida com irrigação, em comparação com aquela produzida em regime de sequeiro.

Um dos fatores que explicam essa diferença dramática é o clima brasileiro. A maioria das áreas com plantio de cana no Brasil sofre com a imprevisibilidade e a inconstância da distribuição de chuvas no decorrer do ano. Assim, a irrigação oferece uma forma de contornar a situação, equilibrando a produção ao longo do ciclo e das safras.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura