NOTÍCIAS

Sumitomo Chemical e Basf dão um passo importante no desenvolvimento global de um novo fungicida

  • 10/07/2018 |
  • Manoela Machado

Sumitomo Chemical e Basf, duas das maiores empresas químicas do mundo, anunciaram que, sob um modelo existente de desenvolvimento conjunto, a Sumitomo Chemical apresentou um pedido de registro na UE para o novo composto de fungicida, com o nome comum da ISO de metiltetraprole. O fungicida, descoberto pela Sumitomo Chemical, será registrado como Pavecto.

O composto pertence a um grupo de fungicidas conhecidos como Inibidores de Quinona oxidase (QoI) e com a estrutura química tetrazolinona, representa uma nova química neste grupo. O Pavecto difere dos fungicidas QoI existentes, pois controla os patógenos que desenvolveram resistência aos fungicidas de estrobilurina, atualmente disponíveis no mercado. Por meio desta colaboração, ambas as empresas demonstraram que o Pavecto é um produto eficaz para o controle de uma ampla gama de doenças, incluindo a mancha salpicada da folha (Septoriose do trigo). Além disso, a solução desempenhará um papel importante no manejo de resistência, fornecendo aos produtores uma ferramenta inovadora para proteger suas lavouras e garantir produtividade.

Kimitoshi Umeda, Diretor Adjunto responsável pela Divisão Internacional de AgroSolutions da Sumitomo Chemical comentou: “Este novo fungicida, Pavecto, será uma solução eficaz para controlar as principais doenças e ajudar os produtores a melhorar sua produtividade e lucratividade. Iremos solicitar o registro do Pavecto em mais países, e estamos ansiosos para disponibilizar os produtos formulados Pavecto para mais produtores em todo o mundo. ”

“A agricultura é um mercado dinâmico, com necessidades e desafios em constante mudança. O Pavecto complementará nosso portfólio de fungicidas, cumprindo nossa promessa de apoiar a agricultura com novas soluções e tecnologias”, disse Livio Tedeschi, vice-presidente sênior da divisão de Proteção de Cultivos da BASF na Europa. “Nosso objetivo é fornecer aos produtores em toda a Europa novas ferramentas, por meio de várias formulações de alto desempenho, complementadas pelos ingredientes ativos e compostos existentes em nosso pipeline.”

A apresentação do dossiê de registro está planejada globalmente. Aguardando aprovação regulamentar, a Sumitomo Chemical e a BASF esperam a introdução no mercado de formulações baseadas em Pavecto na UE a partir de 2022.

“O fungicida Pavecto também será um excelente aliado para os produtores de cereais de inverno tanto no Brasil como na Argentina. A previsão é que a solução esteja disponível no mercado brasileiro entre 8 a 10 anos”, finaliza Paulo Queiroz, gerente de Marketing Estratégico da BASF América Latina.

ver mais notícias