NOTÍCIAS

Técnicos agrícolas pedem ampliação dos valores de projetos de crédito rural que podem aprovar

Secretário Fernando Schwanke durante reunião com técnicos dos estados.

Técnicos agrícolas estaduais se reuniram com o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Fernando Schwanke, e pediram que sejam ampliados os valores máximos permitidos nos projetos de crédito rural assinados por eles. De acordo com os técnicos, há 16 anos o teto para os projetos que podem aprovar é de R$ 150 mil. Alegam que a falta de reajuste está limitando o exercício da função, causando prejuízos tanto aos profissionais quanto aos interessados nos projetos.

Estiveram com Schwanke representantes da Federação dos Técnicos Agrícolas do Brasil (Finta-BR), da Associação dos Técnicos Agrícolas do Brasil (Atabrasil) e de sindicatos. Para que ocorra a atualização dos valores, eles solicitaram a revisão do Decreto Federal número 4.560, de 30 de dezembro de 2002, que dispõe sobre o exercício da profissão de técnico industrial e técnico agrícola de nível médio ou de 2º grau.

Na reunião, os técnicos agrícolas também pediram apoio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e do Ministério da Agricultura para que seja realizada a eleição do Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas, com base no Decreto nº 9.461, de 8 de agosto de 2018, que regulamenta o processo para eleição da primeira diretoria do Conselho Federal dos Técnicos Agrícolas e de seus respectivos conselhos regionais.

Fernando Schwanke destacou a importância do trabalho realizado pelos profissionais de assistência técnica para potencializar os resultados do agricultor familiar e garantiu dar encaminhamento às demandas apresentadas. Participaram da reunião o presidente da Finta-BR, Antônio Jerônimo Filho, o presidente da Atabrasil, Ely Avelino, o presidente do Sintamig, Jovelino Carvalho, o presidente do Finta-PE, Bernardes Neto, o presidente do Sintarn, Ivanilson Pereira, o presidente da Sintae, Iosmar Luiz Mansks, o gerente regional da Emater-MG, Vitório Alves Freitas, o diretor da Atabrasil-GO, Valdivino Leite, o diretor da Atabrasil-BA, Luís da Silva, o diretor da Sintag-PB, Gustavo Barbosa, e a assessora Luciana Ribeiro.

ver mais notícias