NOTÍCIAS

Tecnologia avança e apoia tomada de decisão do produtor no planejamento de safra

Mato Grosso se mantém atento ao preço do milho e aos futuros investimentos em produção. - Foto: Divulgação

O mercado brasileiro de milho inicia 2020 com perspectiva de preços firmes e olhos atentos dos grandes decisores do agronegócio ao que há de mais inovador para investimento nas próximas safras. De 15 a 17 de janeiro, em Canarana (MT), produtores rurais estarão na Dinetec – considerada a maior vitrine tecnológica do Vale do Araguaia, região conhecida por sua expressiva produção agrícola.

Entre as novidades em híbridos apresentadas em parcelas demonstrativas está o FS715, que traz ganhos em produtividade, sanidade e alta tolerância ao complexo de enfezamento e virose; e o FS564, com alto teto produtivo para a segunda safra por sua estabilidade e qualidade já comprovadas em campo.

Na ocasião, também estarão expostos os híbridos mais procurados na região – os precoces FS500 e FS450, reconhecidos por sua alta produtividade e sanidade –, além do FS512 e FS533, com estabilidade e ampla adaptação que possibilitam o escalonamento do plantio e colheita.

Os materiais contam com a nova tecnologia PowerCore Ultra (PWU) que age no controle de pragas e no manejo de plantas daninhas, além de tratamento de sementes industrial Cruiser e Fortenza Duo, que protege a lavoura em seus estágios iniciais.

“O Cerrado requer cultivares de milho que respondam às suas condições. A associação de genética aprimorada, biotecnologia e especificidade têm apoiado os produtores a atingir teto produtivo acima da média na região, com qualidade e de maneira sustentável, contribuindo com o avanço do agronegócio brasileiro”, afirma o engenheiro agrônomo e gerente de desenvolvimento de mercado da Forseed, Danimar Zanetti.

Dinetec 

Data: 15 a 17 de janeiro 

Local: Canarana (MT)

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura