NOTÍCIAS

Produto auxilia no combate de ervas daninhas nas pastagens

As plantas daninhas são motivo de insônia de muitos pecuaristas, pois são elas as principais concorrentes da produtividade das pastagens, consumindo nutrientes do solo e espaço. Além disso, as invasoras ainda podem causar indiretamente outros problemas graves. Algumas espécies são tóxicas e, se ingeridas, podem até levar a morte dos animais. Outras possuem espinhos e podem ferir o rebanho, abrindo espaço para moscas, carrapatos e bernes.

Entre os métodos de controle que existem hoje no mercado, estão o mecânico, por meio da roçada com foice manual ou roçadeira a trator e o químico, com produtos seletivos de ação sistêmica que atuam apenas na planta invasora.

A ação mecânica possui baixa eficácia, pois o corte da parte superior não elimina a reserva fisiológica da planta, que é a raiz, estimulando assim o rápido rebrote. Já a aplicação química possui alta eficácia, pois causa a parada total de crescimento vegetativo da planta invasora e a sua morte, favorecendo assim o desenvolvimento vegetativo da pastagem.

Para auxiliar os produtores no combate dessas invasoras, a Rotam do Brasil, disponibiliza o herbicida Metsuram 600 WG. “O controle por meio químico possui comprovadamente alto rendimento operacional, menor uso de mão de obra, quando comparado com o mecânico, e o custo x benefício é altamente favorável, pois é feito apenas uma vez. Além disso, o Metsuram 600 WG oferece maior praticidade, principalmente em áreas extensas”, diz Vitor Raposo, gerente de marketing Rotam do Brasil.

O grande diferencial desta tecnologia é sua alta eficiência no controle de uma planta daninha com o nome comum de “Botão do Enio”.  “Esta planta é muito comum na região amazônica (Pará, Norte do Tocantins e Norte de Mato Grosso), são as maiores regiões de uso também do produto, principalmente em propriedades muito extensas. A molécula Metsulfuron Metilico é a melhor no controle desta planta”, diz Raposo.

Ganho produtivo

Metsuram 600 WG é um herbicida seletivo de ação sistêmica do grupo das sulfoniluréias indicado para controle de plantas daninhas em pós emergência. Para alta infestação, aplicar em área total, e para infestação desuniforme (em reboleiras ou manchas) aplicar em jato dirigido sobre as plantas.  Utilizando sempre de uso do EPI, seguir as informações de rótulo e bula e as orientações de um engenheiro agrônomo. “O controle com o Metsuram 600 WG elimina totalmente a planta invasora, podendo assim a pastagem expressar o potencial vegetativo e propiciar aumento de produção de carne e leite por área”, diz gerente de marketing Rotam do Brasil.

Estudos da DETEC assessoria e consultoria agronômica comprovam que a eliminação das plantas invasoras de pastagens, pode representar um incremento de até 90% na lotação animal, e consequentemente no ganho de peso por área. No caso da produção de leite, o aumento de pastagem e maior lotação animal propiciam um número maior de vacas por área e uma elevação de até 58% na produção de leite no mesmo espaço. A recomendação para utilização dos herbicidas em pastagens é durante o momento da implantação ou reforma do pasto, uma vez que, normalmente, o banco de sementes das plantas invasoras no solo é grande e ocorrerá à germinação desta sementeira ou o rebrote das plantas junto com o novo pasto. Sempre seguir as orientações de técnicos e agrônomos.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura