NOTÍCIAS

Tecnologia multissítio é essencial para o manejo eficiente da soja contra fungos

UPL se prepara para anunciar ao mercado brasileiro um novo produto multissítio, composto por uma combinação única de ingredientes ativos. - Foto: Divulgação

O segmento de fungicidas multissítio para a soja tem se mostrado um importante aliado dos agricultores para o eficaz manejo do complexo de doenças fúngicas que prejudicam a lavoura, permitindo assim que o cultivo atinja o máximo potencial produtivo – com mais qualidade e rentabilidade.

"A adoção dos fungicidas multissítio – conceito criado pela UPL – vem aumentando consideravelmente nas últimas safras de soja e a tendência é de que o cresça cada vez mais, tendo em vista sua eficácia contra a disseminação dos fungos causadores de várias doenças, como mancha-alvo, antracnose, cercospora e oídio, além da já conhecida e temida ferrugem asiática", ressalta o gerente de soluções e inovação de portfólio da UPL Brasil, Luciano Zanotto.

Zanotto explica que a tecnologia multissítio é composta pela ação simultânea de diferentes ingredientes ativos em diversos pontos do metabolismo dos fungos. "Essa tecnologia diminui consideravelmente a possibilidade de as doenças criarem resistência aos defensivos, bem como é eficaz diante de mutações pontuais que os fungos possam sofrer no meio ambiente", informa o agrônomo da UPL.

Diante dos constantes desafios que os fungos impõem à agricultura brasileira, a UPL tem se dedicado à pesquisa e ao desenvolvimento de novas soluções para potencializar ainda mais o resultado produtivo das lavouras de soja. A companhia prepara-se para anunciar ao mercado brasileiro, em breve, um novo produto multissítio, composto por uma combinação única de ingredientes ativos.

"Essa inovação chega para ajudar os agricultores a protegerem os seus cultivos já na próxima safra. Além da ferrugem asiática – doença com potencial para causar perdas de até 120 milhões de toneladas de soja no país –, a nova tecnologia atuará contra mancha-alvo, antracnose, cercospora e oídio", informa o gerente da UPL Brasil.

"A nova solução da UPL contribuirá para obtenção do máximo rendimento da soja, com praticidade, flexibilidade de aplicação e uso indicado para diferentes momentos do ciclo de cultivo. Outro benefício é o seu efeito verde exclusivo: a tecnologia resultará em plantas mais verdes e mais saudáveis, aumentando a produtividade da lavoura de soja", finaliza Luciano Zanotto.

ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura