NOTÍCIAS

Tecnologias para arroz irrigado são lançadas na Expointer

  • 26/08/2016 |
  • Francisco Lima

Foto: Paulo Lanzetta

Três tecnologias da Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS) serão lançadas durante a 39ª edição Expointer, em Esteio/RS. Destes, dois estão ligados à cultura do arroz – atividade expressiva na região Sul do Estado. O aplicativo do GD Arroz, serviço web que indica o momento adequado para realização de práticas de manejo no arroz irrigado. E a variedade de arroz BRS 358, voltada para a culinária japonesa. Também lança o livro "Oliveira: aspectos técnicos e cultivo no Sul do Brasil", que reúne informações importantes sobre uma cultura em expansão no país. Os lançamentos ocorrem no domingo (28), a partir das 10h, na Casa de Tecnologia da Embrapa, com a presença do ministro de Agricultura e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi.

Os pesquisadores e técnicos da Embrapa de Pelotas também estarão apresentando informações e materiais sobre diferentes cultivares de arroz, como a BRS Pampa e a BRS Pampeira; sobre zoneamento no Estado e análise de azeites, no âmbito da olivicultura; sobre fruticultura, com destaque para pêssego, amora e citros; e sobre o cultivo de hortaliças, como batata e batata-doce; entre outros. Algumas soluções também estarão no Pavilhão do Gado Leiteiro e no estande da Emater/RS-Ascar, com foco na produção leiteira e planejamento forrageiro.

Lançamentos

Com relação ao cultivo de arroz irrigado, a novidade é a disponibilização da ferramenta do GD Arroz via aplicativo para smartphones e tablets – ferramenta que estima a data dos seis principais momentos de desenvolvimento da planta nas lavouras no Rio Grande do Sul, apresentando orientações de práticas de manejo para cada uma delas. O manejo adequado influi na produtividade da cultura e contribui para maior eficiência técnica e econômica. O aplicativo já pode ser baixado para dispositivos Android (http://bit.ly/GDArroz).

A Embrapa também lançará a variedade de arroz irrigado BRS 358, voltada à culinária japonesa e com foco em nichos de mercado especializados. A variedade apresenta grão curto e com baixa amilose – característica que o deixa mais pegajoso após o cozimento. "Com essa característica é possível comer com o palitinho", explica um dos pesquisadores responsáveis pela nova cultivar Ariano Magalhães.

Por fim, será lançada a publicação "Oliveira: aspectos técnicos e cultivo no Sul do Brasil", que traz informações para estimular uma cultura com potencial para se tornar expressiva no país em médio e longo prazo. O livro agrega dados da oliveira no mundo e no Brasil, com capítulos dedicados ao clima, solos, zoneamento edafoclimático para o Rio Grande do Sul, cultivares, propagação, instalação do olival, poda, doenças, pragas, colheita, custos de implantação e manutenção do olival e produção integrada de oliveiras.

Oficinas gratuitas

Está prevista, no dia 27 de agosto, às 13h30min, uma oficina ligada à Rota dos Butiazais – proposta turística de valorização da agrobiodiversidade e agregação de valor à cultura –, para produção de bolo de butiá. E no mesmo dia, às 15h, ocorre oficina para produção de molho de pimenta a partir das variedades produzidas localmente.

Convênios

Durante a feira também serão assinados alguns termos de cooperação, às 15h do dia 28 de agosto. Com a Trimble Brasil – empresa de tecnologias de posicionamento – a parceria estabelece um plano de trabalho para uso de geotecnologias no manejo do solo em sistemas de produção em terras baixas. E com Corsan e Emater/RS-Ascar, o objetivo é o uso de cortinas vegetais em estações de tratamento de água e esgoto. A Unidade ainda assina parceria com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), no dia 1º de agosto, às 14h, na Casa do BRDE.

Prêmio

E no dia 29 de agosto, a partir das 19h, no auditório da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), o pesquisador da Embrapa Clima Temperado Jamir Silva, que trabalha com pesquisas em desempenho de animais em pastejo e sistemas integrados de produção animal, receberá o Prêmio "O Futuro da Terra", na categoria "Cadeias de Produção e Alternativas Agropecuárias". O prêmio é um reconhecimento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) em parceria com o Jornal do Comércio, que há 20 anos reconhece pesquisadores, instituições de pesquisa, empreendedores e personalidades que contribuíram para o desenvolvimento do agronegócio gaúcho.

Confira a programação da Unidade na 39ª Expointer:

27/08 – 13h – Oficina Rota dos Butiazais

27/08 – 15h – Oficina de Molho de Pimenta

28/08 – 10h – Cerimônia de Lançamento de Tecnologias

28/08 – 15h – Cerimônia de Assinaturas de Convênios e Parcerias

29/08 – 19h – Premiação O Futuro da Terra

01/09 – 14h – Assinatura de parceria com o BRDE


ver mais notícias
CADASTRO DE NEWS
  • Receba por e-mail as últimas notícias sobre agricultura