NOTÍCIAS

Unidade de Referência abre inscrições para cursos de 2019

Pesquisador científico Hamilton Ramos.

Primeira entidade do Brasil dedicada a formar mão de obra especializada no uso correto de defensivos agrícolas, a Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Agroquímicos (U.R.) abre hoje as inscrições, em seu site de internet, para dois cursos que ocorrerão em 2019. Os programas, presenciais, serão ministrados no Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA/IAC), na cidade de Jundiaí (SP), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP.

Nos períodos de 1º a 5 de abril e 13 a 7 de maio, a Unidade de Referência formará especialistas na Norma Regulamentadora 31.8 (NR 31.8), do Ministério do Trabalho. O programa abrangerá desde tecnologias empregadas no controle de pragas, doenças e plantas daninhas até normas ambientais e medidas preventivas para proteção do trabalhador rural.

Já o curso Tecnologia de Aplicação ocorrerá entre os dias 19 e 23 de agosto e 16 e 20 de setembro. Neste caso, a programação reunirá conceitos básicos da área e medidas efetivas para prover bons resultados nos tratamentos de lavouras. Aviação agrícola, aplicação terrestre e estudos recentes, produzidos por especialistas de renome mundial, também constam na agenda do curso.

De acordo com o coordenador da U.R., o pesquisador científico Hamilton Ramos, a entidade, única no País na área, tem como meta diminuir o déficit de profissionais especializados no uso correto e seguro de defensivos agrícolas. Ele ressalta ainda que o mau uso de agroquímicos gera ao agronegócio perdas anuais da ordem de R$ 2 bilhões.

Profissionais e empresas interessados nos cursos devem se inscrever a partir de hoje, pelo site www.unidadedereferencia.com.br. As inscrições serão encerradas, automaticamente, quando houver o número de 15 participantes para cada programa.

Uma entidade sem fins lucrativos, a Unidade de Referência em Tecnologia e Segurança na Aplicação de Defensivos Agrícolas (UR) nasceu da associação entre o CEA-IAC e o setor privado. Os dois cursos já agendados para o ano que vem, assinala Ramos, serão ministrados por pesquisadores científicos do IAC-SP e contarão com a participação de profissionais referenciados da área, que atuam em grandes empresas do agronegócio.

ver mais notícias