Frutos broqueados no tomateiro fevereiro 2019 | Ano XVII | N 114

Presente nas plantas desde a fase vegetativa, a broca-grande-do-tomateiro se torna mais visível ao migrar para os frutos, onde realiza perfurações, se alimenta da polpa e gera graves prejuízos.  Conhecer a praga, monitorá-la corretamente e usar inseticidas seletivos a inimigos naturais são medidas essenciais para o bom manejo

Em qual formato você deseja ler nossas revistas?

Edições Anteriores
  • N 114

    fevereiro 2019

    Frutos broqueados no tomateiro

  • N 113

    dezembro 2018

    Escolha ideal de cultivares de melão

  • N 112

    outubro 2018

    Enquanto há tempo de manejar a traça-do-tomateiro

  • N 111

    agosto 2018

    Lagartas do fruto: Broqueadoras famintas

  • N 110

    junho 2018

    PINTA PRETA: Controle combinado

  • N 109

    maio 2018

    Mosca das frutas: Atração fatal

  • N 108

    fevereiro 2018

    Efeito de Fungicidas no controle das doenças do tomate

  • N 107

    janeiro 2018

    Raízes inviabilizadas por nematoides das galhas

  • N 106

    novembro 2017

    Mosca branca: Ataque virulento

  • N 105

    setembro 2017

    Vira-cabeça ZLCV em cucurbitáceas

  • N 104

    junho 2017

    Fungicidas com efeito fisiológico: Mais que controle

  • N 103

    maio 2017

    REQUEIMA: Queima severa

  • N 102

    março 2017

    Inimiga parasitada: Importância dos inimigos naturais no manejo da drosófila-da-asa-manchada

  • N 101

    dezembro 2016

    Nematoide das galhas - Oculto e agressivo

  • N 100

    novembro 2016

    Tripes - Discretos e vorazes